Tag Archives: Taça de Portugal

Época do SL Benfica termina com… incógnitas.

Não há nenhum benfiquista que esteja, neste momento, contente ou satisfeito com a época do Sport Lisboa e Benfica. Mesmo que só tenhamos perdido já no fim da mesma, ninguém está contente. Apesar de tropeções ao início e meio da temporada, com empates contra o Braga, Académica e Nacional da Madeira, por exemplo, o Benfica continuou no topo e dava sinais de poder realmente conquistar tudo.

Mas no fim… nada foi ganho. Estamos todos muito frustrados, estamos devastados, tristes, revoltados, zangados pela forma como perdemos três competições (já não estou a contar a Taça da Liga, porque esteve sempre num patamar inferior de prioridade). Não se compreende, não se entende como fomos perder o Campeonato, a Liga Europa e a Taça de Portugal nos últimos instantes, não dá mesmo para perceber, por muito que analisemos ao pormenor.

No entanto, ver adeptos a tentarem agredir Jorge Jesus, a virem dizer às televisões que vão rasgar os seus cartões de sócio, a atirarem pedras ao autocarro do Benfica, quando à dias atrás os aplaudiram pela forma como jogaram a Final da Liga Europa, a virem dizer que querem que toda a direcção se demita e que Jorge Jesus se vá embora… não é de bom senso. Não se pode andar toda uma época a elevar Jorge Jesus a Messias e ao mesmo tempo a “baixá-lo” na lama. Pessoalmente, estou farto de tais adeptos que passam a vida nisto. Digo novamente, compreendo a frustração, mas voltarmos para trás e comportarmo-nos como animais.

Jorge Jesus celebra

Jorge Jesus e direcção têm de ver onde é que erraram e fazer os possíveis e impossíveis para que tais erros não aconteçam. O técnico diz que nada mudou entre o que ele e Luis Filipe Vieira falaram antes da Final da Taça. O que é que isso quer dizer? Uma de duas coisas, certamente: ou Jorge Jesus fica e melhora o nosso futebol e começa a ganhar mais troféus regularmente, ou então vai mesmo embora, sendo o destino muito provavelmente o Norte.

Gosto muito de Jorge Jesus, devolveu ao Sport Lisboa e Benfica uma identidade no seu futebol, devolveu um pouco da mística que andava meio perdida, sabe fazer bons negócios, rentabilizando muitos jogadores jovens, mas por vezes é muito “casmurro”, muito teimoso e comete erros que não deveria cometer na idade dele e com a experiência de futebol que tem. Não acredito que o faça por mal, por querer prejudicar o Benfica, mas pensei sinceramente que já tivesse aprendido de erros passados.

O futuro

Sinceramente, prefiro continuar com Jorge Jesus a mudar tudo outra vez. No entanto, algo tem de mudar. Tem de haver uma estrutura mais sólida que a que existe por trás do futebol. Jorge Jesus tem tido total liberdade para tomar as decisões que acha as melhores no que toca à equipa, ao preferir não comprar mais jogadores para colmatar saídas. Se disse que não era necessário comprar, porque tínhamos soluções dentro do Nosso Clube, por outro lado fiquei com a impressão de que poderia ter aproveitado um ou outro jogador mais da equipa B, como por exemplo, Carole (defesa esquerdo, em vez de adaptar – outra vez – André Almeida à posição), Alan Kardec ou mesmo Miguel Rosa.

Eu não estou com a equipa, não sei o que se passa lá dentro, por isso a minha opinião de tudo isto pode estar errada. Sim, estamos fartos de não ganhar títulos todos os anos, estamos fartos de não ser campeões e de vencer as taças nacionais e de não ir a mais finais europeias. Mas não estou farto do Benfica! Quem quiser rasgar o seu cartão de sócio e não vir aos estádios apoiar o Benfica, têm todo o direito de o fazer; cada um tem a sua consciência. O que o Nosso Clube não precisa é de “adeptos de fim-de-semana” ou de conveniência, que só queiram apoiar quando o Glorioso ganha.

Jorge Jesus e LFV

Desculpem, mas adeptos desses não precisamos. Esses são os tais “ratos” que são os primeiros a abandonar o barco quando este se encontra numa tempestade. O Benfica não afundou, porque ainda existe! Se Jorge Jesus sair, quero ver quem vem e faz muito melhor que ele, porque de certeza que vai mudar tudo e se não ganhar jogos dia sim, dia sim senhor, vamos ter os mesmos gritos de frustração de sempre.

Força Benfica! Onda Positiva!

Anúncios

SL Benfica v Guimarães – Final da Taça de portugal

Sport Lisboa e Benfica e Vitória de Guimarães disputam hoje a Final da Taça de Portugal, a partir das 17h15, no Estádio do Jamor.

Sport Lisboa e Benfica v Guimarães - Final Taça de Portugal

Para terminar uma época que deixou todos os benfiquistas confiantes que o Nosso Clube poderia conquistar todas as provas em que estava inserido, até practicamente morrermos na praia nas duas provas que mais nos interessavam (Campeonato e Liga Europa), o Benfica tenta hoje ao fim da tarde conquistar o único troféu disponível. Para isso vai ter de ultrapassar e vencer uma forte equipa do Vitória de Guimarães, motivada em querer fazer história.

Como benfiquista que sou, a motivação do adversário não me incomoda nem me assusta. O que me interessa é a motivação, a ambição, o crer, o acreditar e o profissionalismo dos atletas do Benfica. Temos equipa mais que suficiente para levar de vencido os vimaranenses, tal como ficou provado nos dois jogos para a Liga (3-0 no Estádio da Luz e 0-4 fora).

Jorge Jesus e Rui Vitória

Se alguns adeptos benfiquistas questionam a motivação dos jogadores encarnados, depois do que se passou na Liga e Liga Europa, aposto que esta está em alta, pois os jogadores e treinador querem ganhar esta bela Taça, para não acabar a época de mãos vazias. O Benfica tem dos melhores adeptos do mundo e hoje vamos querer fazer a festa não só no Jamor e arredores, mas no país inteiro e mundo.

Força Benfica! Onda Positiva!

V. de Guimarães vs SL Benfica na Final da Taça de Portugal

O Vitória de Guimarães derroteou ontem o Belenenses na 2ª Mão das Meias-Finais da Taça de Portugal por 1-0 e vai então defrontar o Sport Lisboa e Benfica na Final.

Com uma desvantagem de dois golos do primeiro jogo em casa, o Belenenses teria sempre uma grande montanha para subir e conquistar no Estádio D. Afonso Henriques. Não seria impossível, mas muito difícil. Os novos campeões da Segunda Liga gostariam muito de juntar à nova conquista uma presença no Jamor, mas o Vitória de Guimarães foi mais forte nos dois jogos e carimba assim a presença na Final.

Benfica v Guimarães - Final Taça Portugal

O jogo no Estádio do Jamor está marcado para Domingo dia 26 de Maio, embora ainda não se saiba exactamente a que horas. Seja de manhã, tarde ou à noite, o Benfica vai lá estar com os seus enormes adeptos para fazerem festa e conseguirem trazer a Taça para a Catedral, onde é a sua casa.

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica na Final da Taça de Portugal

O Sport Lisboa e Benfica está na Final da Taça de Portugal, no Estádio do Jamor, depois de ter empatado no Estádio da Luz ontem à noite com o Paços de Ferreira 1-1.

Taça Portugal

Depois de 8 anos sem ter pisado o relvado do Jamor (a última vez foi contra o Vitória de Setúbal, em 2005, vencedor dessa Final), o Nosso Clube regressa ao “seu” outro estádio, para defrontar ou o Vitória de Guimarães ou o Belenenses, na outra Meia-Final da Taça de Portugal.

O jogo

Não foi um jogo espectacular por parte do Benfica, ou mesmo por parte do Paços de Ferreira. Aliás, foi um jogo algo… morno, sem muito tempero. Algumas razões podem ter contribuído para isso, como por exemplo o cansaço dos jogadores, que começa a fazer-se sentir a cada jogo, ou o facto do Benfica ter uma vantagem de 2 golos da 1ª Mão. Seja qual a razão para uma exibição algo “amarela”, o que interessa é que o Benfica está na Final.

O Benfica começou bem a partida, a criar várias oportunidades e vários lances de perigo nos primeiros 15 minutos, afirmando a intenção de querer mandar no jogo e confirmar a sua passagem à Final o mais rápido possível. No entanto, a primeira parte acabou com um empate a zero golos, mesmo que os encarnados tenham apresentado em campo o seu melhor onze inicial.

A 2ª parte foi mais ou menos do mesmo, com as duas equipas a continuarem com um jogo “amarelado”, mas o Benfica acabaria mesmo por passar na frente do marcador através do goleador-nato Oscar ‘Tacuara’ Cardozo, que rematou bem forte, rasteiro e colocado para o fundo da baliza, após um cruzamento de Nicolas Gaitán do lado esquerdo do ataque benfiquista – estavam decorridos 53 minutos.

Cardozo marca v Paços de Ferreira

A eliminatória ficava assim em 3-0 para o Benfica e se já era difícil para o Paços de Ferreira recuperar de dois golos em plena Catedral, recuperar de três seria mesmo missão (quase) impossível. Mesmo sem jogar espectacularmente, o Benfica marcava a largos passos o seu regresso ao Jamor.

Com o resultado praticamente feito, os jogadores do Benfica aproveitaram ainda mais para gerir o esforço físico e o resultado, e jogar mais “inteligente”, mas por vezes isso pode dar lugar a certos erros, o que acontece exacta e principalmente por volta do minuto 78-79, quando o defesa uruguaio encarnado Maxi Pereira perde a concentração e “passa” a bola para uma espaço vazio, perto da grande-área do Benfica, para onde correu Cícero, que fintou um jogador encarnado e rematou rasteiro para o canto da baliza, fazendo a igualdade.

Se bem que o Benfica não estivesse a fazer um grande jogo, ou um jogo muito bonito e interessante, não se percebe a reacção dos adeptos benfiquistas em assobiar certos lances ou jogadores ou mesmo decisões dos mesmos jogadores. O resultado, e consequente passagem, estava praticamente assegurado, não havia necessidade de entrar em loucuras e grandes correrias para marcar o 2º golo, ou criar jogadas de belo efeito artístico, tinha que se “segurar” a integridade e frescura física o mais possível, portanto, em vez de assobiarem e mostrarem completo desagrado por certas jogadas, porque não apoiar e incentivar ainda mais os jogadores para não desistirem, para lhes darem aquela força anímica que pode sempre conseguir um jogador a encontrar “extra forças” para fazer uma jogada?

Apoio dos adeptos do Benfica

É sempre muito mais fácil criticar, fazer comentários negativos, mas é sempre muito mais eficaz apoiar, incentivar, motivar e puxar pelos jogadores, para conseguirem os melhores resultados. O que os jogadores e equipa técnica necessitam neste momento, até ao fim da época oficial de futebol, é de apoio positivo incondicional, sem parar, não o contrário.

O Sport Lisboa e Benfica regressa à sua “segunda casa” – o Estádio do Jamor. Com quem jogamos na Final da Taça de Portugal… não nos interessa. O que interessa é que vários benfiquistas vão estar lá presentes (e muitos mais em maior número que não vão poder estar no estádio), a apoiar, a incentivar, a motivar, a puxar pela equipa para que consiga marcar golos e vencer a partida, com maior ou menor dificuldade. Vamos lá a apoiar o Nosso Clube, incondicionalmente!

Força Benfica! Onda Positiva!

Paços de Ferreira 0 Sport Lisboa e Benfica 2

O Sport Lisboa e Benfica venceu hoje o Paços de Ferreira, no estádio da Mata Real, por 0-2, a contar para a 1ª mão das Meias-Finais da Taça de Portugal.

Um jogo muito bem disputado por ambas as equipas, onde se lutou bastante em todo o meio-campo, de um lado e do outro, com algumas hipóteses de golo e lances de muito perigo para ambas as equipas, mas onde o Benfica acabou por vencer bem e sem grande contestação.

O 1º golo surgiu à passagem do minuto 58, quando Salvio (quem mais?) cruza muito bem e rasteiro pelo lado direito do ataque do Benfica, no qual a bola “encontra” o pé direito do avançado brasileiro Lima, que só tem mesmo de “aconchegar” a bola para o fundo da baliza pacense.

Lima festeja golo v Paços Ferreira

O 2º golo surge pelos pés de Ola John, que entretanto subsituiu Pablo Aimar. Rodrigo (que também entrou na 2ª parte para substituir Nicolas Gaitán), remata forte pelo meio perto da grande-área, o guarda-redes pacense defende para o seu lado direito, esticado, e Ola John estava no sítio certo e na hora certa para rematar a bola para o fundo da baliza adversária.

Houve um caso no jogo, no qual o jogador pacense Vítor (que aparentemente estará para reforçar já o Nosso Clube) entrou de uma forma um pouco ríspida e desnecessária sobre Nicolas Gaitán, motivando a mostragem do cartão vermelho directo por parte do árbitro. Sinceramente, não creio que o lance pudesse ser analizado de outra forma por parte do árbitro e o próprio treinador do Paços também reconheceu que a expulsão foi justa, embora não pensasse que Vítor o tenha feito de forma propositada.

Ola John festeja com Lima golo v Paços Ferreira

O Sport Lisboa e Benfica leva assim uma boa vantagem para Lisboa, embora nada esteja já decidido, ao contrário do que já li por aí! Creio que todos os benfiquistas estarão lembrados de quando, na época passada, fomos ao Porto derrotar os azuis e brancos pelo mesmo resultado, e onde no Estádio da Luz sofremos um grande revés.

Tenho a certeza que o Benfica vai estar melhor preparado e mais concentrado, pese embora o adversário seja de menor “calibre”, com todo o respeito. De qualquer forma, os adeptos benfiquistas que puderem de certeza que lá estarão na Catedral para apoiarem e levarem a equipa à Final da Taça de Portugal, no Jamor.

Parabéns Benfica por mais uma vitória!

Força Benfica! Onda Positiva!

Paços de Ferreira v SL Benfica – hoje às 20h00

A equipa do Sport Lisboa e Benfica desloca-se hoje à capital dos móveis, Paços de Ferreira, para jogar com a equipa local, no estádio da Mata Real, com início marcado para as 20h00, hora de Portugal Continental. O jogo é a 1ª mão das Meias-Finais da Taça de Portugal.

Paços Ferreira v Benfica - Taça Portugal

Sendo o primeiro jogo das Meias-Finais da Taça de Portugal, o Benfica terá que enfrentar o seu adversário com seriedade, respeito q.b. e fazer um bom resultado que lhe permita encarar o jogo da 2ª mão – na Catedral do futebol nacional – com um pouco mais de tranquilidade. A vitória do Nosso Clube é o único cenário que funciona de forma perfeita.

Convocados

Guarda-redes: Artur e Paulo Lopes

Defesas: Luisão, Garay, Jardel, André Almeida, Melgarejo, Maxi Pereira e Luisinho

Médios: Matic, André Gomes, Aimar, Ola John, Salvio, Gaitán, Enzo Perez e Urreta

Avançados: Lima, Rodrigo e Kardec

Força Benfica! Onda Positiva!

Académica 0 SL Benfica 4 – Estamos na Meia-Final!

O Sport Lisboa e Benfica acabou de carimbar a sua passagem para a Meia-Final da Taça de Portugal com uma contundente vitória de 0-4 sobre a Académica, hoje à noite em Coimbra.

Académica 0 SL Benfica 4

O Benfica apareceu no jogo com muita vontade de tomar conta do ritmo do jogo e tentar marcar o mais cedo possível, algo que acabou por acontecer à passagem do minuto 6, com um remate forte e bem colocado de Ola John, sem qualquer hipótese para o guarda-redes Peiser.

O segundo golo chegaria poucos minuots depois (9′), com assinatura de Lima, após um bom trabalho de Matic no lado esquerdo, perto da linha de fundo, cruzando rasteiro para o avançado brasileiro rematar também ele de pé esquerdo, com força, para dentro da baliza.

Benfica nesta altura dominava practicamente o meio-campo, com Matic e Enzo Perez a pressionarem alto, forçando a Académica a sentir mais pressão e cometer erros.

O 3º golo acaba por acontecer uns minutos mais tarde (27′), por autoria de Lima. Descaído na direita e junto à grande-área, Lima faz um belíssimo “chapéu” a Peiser, que ainda toca na bola com a ponta da luva, mas não impede que a bola entre mesmo na baliza, fixando assim o resultado ao intervalo. Convém notar que o Sport Lisboa e Benfica tem marcado golos de belo efeito nos últimos jogos!

Lima festeja contra Académica

A 2ª parte vê uma Académica a entrar no jogo querendo fazer melhor daquilo que mostrou na 1ª metade do jogo, tendo mais posse de bola e maior controlo do jogo, mas só através de situações de bola parada é que conseguia criar algum perigo para a baliza de Artur.

Benfica jogou para controlar o resultado, não havendo necessidade de fazer grandes pressões ou investidas de ataque. Aos 71 minutos, e após uma boa jogada de Salvio, este entra um pouco descaído pela direita da defesa da Académica e com o pé esquerdo remata colocado, embora a bola pareça ter ainda tocado num jogador da briosa antes de ter entrado.

Estava feito o 0-4 e se havia dúvidas que o Benfica iria ganhar o jogo, então este golo desfez as mesmas (mas não sei quem estaria completamente cego para pensar uma coisa dessas…).

Num jogo denominado de difícil, o Sport Lisboa e Benfica, com determinação, profissionalismo, respeito e crer, acabou por torná-lo mais fácil. De notar também que os adeptos benfiquistas que estiveram hoje no estádio Cidade de Coimbra estiveram incansáveis no apoio aos jogadores e foi bonito de ver também o mesmo pelos adeptos da Académica. Apesar do tempo de chuva, todos estiveram impecáveis – muitos parabéns!

Parabéns aos jogadores e ao Benfica, que vai agora jogar a 1ª mão da Meia-Final da Taça de Portugal com o Paços de Ferreira, no dia 30 de Janeiro, na Mata Real. A 2ª mão só será disputada no dia 17 de Abril (vá-se lá entender e perceber porquê todo este tempo entre dois jogos!!!), no Estádio da Luz.

Força Benfica! Onda Positiva!