Tag Archives: Melgarejo

Laterais procuram-se!

Ninguém pode negar que a presente equipa do Benfica tem jogadores de grande qualidade (muitos poderão dizer que a qualidade é melhor que na época anterior, cada um tem a sua opinião), muitos deles que podem adaptar-se a mais que uma posição, algo de que o treinador Jorge Jesus é adepto e algo que tem em mente ao contratar jogadores para o clube.

Se do meio-campo para a frente existem várias soluções, o mesmo não se pode dizer no que diz respeito, principalmente nas laterais. As laterais foram sempre um “pequeno problema” para Jorge Jesus desde que chegou ao Sport Lisboa e Benfica, não tendo ainda encontrado a “fórmula perfeita” para o seu esquema táctico, particularmente depois da saída de Fábio Coentrão para o Real Madrid.

Os laterais direitos

Maxi Pereira é claramente, e sem qualquer tipo de dúvida, o dono da lateral direita. Se bem que Maxi não tenha começado a jogar nessa posição quando foi contratado em 2007, jogando a médio/ala direito, foi adaptado a lateral direito depois da saída de Nélson para o Bétis, herdando o seu lugar. Maxi Pereira é um jogador diferente de Nélson, sendo mais combatente, mais “duro” e um jogador que não vira a cara à luta e faz tudo para ajudar a equipa primeiro – com isto não quero dizer que Nélson era pior, com todo o respeito, simplesmente que Maxi tinha algo mais.

Maxi Pereira

Desde que herdou o lugar que Maxi Pereira praticamente não tem ninguém que possa realmente competir pelo lugar. André Almeida, um jovem da formação do Benfica que tem um grande potencial e um grande futuro pela frente, não pode, na minha opinião, ser um sério “rival” a Maxi Pereira porque a sua posição natural é no centro do meio-campo, como André Gomes. É aí que André Almeida se dá melhor, no entanto a defesa-direito é realmente muito eficaz, embora não tenha a mesma capacidade de jogo que o jogador uruguaio.

André Almeida

Não nos esqueçamos também de Daniel Wass, o dinamarquês que foi contratado na temporada de 2011/2012, para fazer concorrência a Maxi Pereira, mas que acabou por não singrar no Benfica, tendo sido inicialmente emprestado ao clube francês Evian e depois vendido ao mesmo clube por €2.5 milhões na época seguinte.

Os laterais esquerdos

Do lado oposto da defesa encarnada temos um também jovem jogador que foi adaptado ao lugar. Lorenzo Melgarejo sempre foi um avançado e foi contratado pelo Benfica para exercer tal função, tendo inclusivé tido uma boa época de empréstimo no Paços de Ferreira, marcando 10 golos. Muitos pensavam que na época seguinte iria fazer uma parceria com o seu compatriota paraguaio Oscar Cardozo, mas Jorge Jesus tinha outro plano.

Melgarejo

Jorge Jesus teve sempre uma dor de cabeça para encontrar um substituto à altura de Fábio Coentrão, e nem Émerson, nem Capdevilla, nem César Peixoto conseguiram satisfazer o técnico português, recebendo estes jogadores instrucções para procurarem outros clubes. Um outro lateral esquerdo que foi visto como tendo um grande futuro foi Carole, que agora joga no Benfica B.

Carole é um jogador ainda jovem, com grande margem de progressão ainda, mas ainda não convenceu Jorge Jesus, daí o treinador se ter virado para adaptar mais um jogador em Melgarejo. Se Jorge Jesus recebeu elogios de José Mourinho no jogo de pré-temporada, em pleno Estádio da Luz, contra o Real Madrid, pela adaptação positiva de Melgarejo (ou Melga como lhe chamo), o jogador não teve o início de temporada que desejaria, especialmente logo no primeiro jogo, em casa, frente ao Sporting de Braga, onde esteve envolvido nos dois golos sofridos pelo Benfica.

Carole

Neste momento, Melgarejo está mais “estável”, mais rotinado na posição, e acho injusto que muitos adeptos se “atirem” a ele sempre que comete um erro, pois é ainda um jovem e ainda a tentar melhorar naquela posição, que até à pouco tempo lhe era completamente desconhecida. Tenho a sensação que poderá vir a ser tão bom ou melhor que Coentrão, mas é preciso dar tempo e um pouco de paciência.

A alternativa a Melgarejo é o português Luisinho, um natural defesa-esquerdo contratado ao Paços de Ferreira em 2011/2012, mas que não tem jogado muito pelo Sport Lisboa e Benfica, fruto de algumas lesões que o afastam por algum tempo e também por opção do treinador. No entanto, acho que é uma boa contratação, jovem ainda, com grande margem de progressão, e que faz muito bem todo o corredor esquerdo.

Luisinho

Luisinho faz o seu papel na defesa, marca bem os seus adversários e consegue ser também bastante eficaz ao subir e apoiar o ataque, fazendo, na minha opinião, melhores cruzamentos que “Melga”, mas o treinador é que sabe melhor e só ele pode explicar o porquê de preferir o jovem paraguaio ao jovem português.

Soluções

Temos neste momento soluções para os titulares nas laterais? Sim, temos. André Almeida é alternativa natural a Maxi Pereira e Luisinho a alternativa natural a Melgarejo, uma vez que Carole está “de pedra e cal” no Benfica B. No entanto, acredito para que estas “alternativas” possam realmente ser valorizadas, têm de jogar com maior regularidade, caso contrário podem passar ao lado de uma grande carreira no Nosso Clube.

A outra alternativa é sempre ir às compras no estrangeiro, e para além de poder ser um grande investimento financeiro para os cofres do clube, os jogadores terão de ser realmente muito bons, para poderem rivalizar de caras com Maxi Pereira e Melgarejo. E vocês o que acham?

Força Benfica! Onda Positiva!

Anúncios

SL Benfica esmaga Rio Ave!

O tal “Rolo Compressor”, termo que foi dado ao Sport Lisboa e Benfica na época em que Jorge Jesus ingressou no Nosso Clube, época em que fomos campeões e démos algumas goleadas (daí o termo), apareceu mais uma vez no Estádio da Luz e desta vez a “vítima” foi o Rio Ave.

Sábado viu o regresso do Benfica aos jogos, depois de sensivelmente duas semanas sem jogar, devido aos compromissos das selecções, para as qualificações para o Campeonato do Mundo no Brasil, a realizar-se no próximo ano. Os benfiquistas e simpatizantes estavam assim, carentes do futebol encarnado, um futebol atraente e vistoso, sempre com grandes possibilidades de espectáculo.

Os golos

Não vamos perder mais tempo e vamos logo ao que interessa – os golos marcados no jogo. O 1º golo foi da autoria de Melgarejo, que até estava para não jogar, devido aos problemas musculares que tinha apresentado durante o tempo que esteve com a sua selecção do Paraguai. Uma boa investida de Nicolas Gaitán pela esquerda, onde cruzou sem grande oposição. A bola acabou por encontrar os pés de Melagrejo, que limitou-se a fuzilar a baliza defendida por Oblak (guarda-redes emprestado pelo Benfica). Estava feito o primeiro da partida (minuto 11) e o 2º na conta pessoal do defesa-esquerdo “guarani”.

Melgarejo celebra v Rio Ave

O Benfica entrou na partida muito concentrado e a jogar bastante rápido, controlando o jogo e na sequência de um canto aos 15 minutos, marcado por Nicolas Gaitán, Matic subiu mais alto na pequena área e cabeceou para o fundo da baliza, numa boa rotação de cabeça. Estava feito o 2-0 e o Benfica confirmava a sua superioridade no jogo. Entrada fulgurante dos encarnados!

Matic celebra v Rio Ave

O 3-0 foi marcado por Lima, aos 42 minutos. Uma jogada bem conseguida por parte de Enzo Perez na direita, que cruza milimetricamente para onde estava o avançado brasileiro, que limitou-se a tocar a bola com o pé direito e enviá-la para o lado direito de Oblak, que não teve a mínima hipótese. 3 golos do Benfica sem resposta ao intervalo e os cerca de 45 mil adeptos nas bancadas da Catedral gostavam do espectáculo e estavam mais sossegados.

Golo de Lima v Rio Ave

A 2ª parte do jogo começa practicamente com mais um golo do Benfica, mais uma vez de Lima. O avançado aproveitou um erro defensivo dos nortenhos e de pé esquerdo, de fora da área, remata com um belo efeito, para o canto superior da baliza, não dando qualquer hipótese ao guardião Oblak, estavam decorridos 49 minutos. Este foi o golo nº 100 do Sport Lisboa e Benfica esta época, em todas as competições.

Lima celebra v Rio Ave

O golo do Rio Ave surgiu dois minutos depois. Tarantini centra pela direita, mas a bola acaba por “encontrar” a cabeça de Hassan, sem que o jogador tivesse qualquer intenção de o fazer, traindo o guarda-redes Artur e entrando na baliza.

Minuto 72 e já com o Rio Ave reduzido a 9 jogadores, fruto das expulsões de Wires e Edimar, e acontece o grande momento do Benfica e de uma jogador em especial – Lima faz o seu terceiro do jogo e o seu primeiro hat-trick de águia ao peito. Jogada de insistência por parte do Benfica na esquerda, a bola chega a Cardozo (que já havia entrado) que, com uma grande visão, toca a bola para Melgarejo que, seja de propósito ou não, toca por sua vez para trás, onde está Lima, que só tem de rematar forte e rasteiro para o fundo da baliza.

Hat-trick de Lima v Rio Ave

O 6º e último golo da noite foi da autoria de Enzo Perez, ao minuto 82. Boa jogada por parte de Ola John no lado direito, consegue fintar e tirar dois adversários da jogada, no fundo da linha, vem para dentro e remata cruzado de pé esquerdo, mas a bola bate no poste mais distante e encontra o médio argentino, que simula o remate à primeira para ganhar melhor posição de remate e por fim remata seco e forte para o fundo das malhas.

Enzo Perez v Rio Ave

Foi um excelente jogo por parte do Benfica, sem dúvida, onde foi a melhor equipa, teve mais objectividade, mais controlo, mais incisão e o resultado não se contesta. As expulsões do Rio Ave foram justas, mas a equipa nortenha bateu-se bem e poderia até ter marcado um par de golos.

Parabéns ao Sport Lisboa e Benfica por mais uma vitória e mais uma exibição conseguida e profissional. Agora, venha o Newcastle na 5ª Feira!

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica contrata Bryan Garcia

O Sport Lisboa e Benfica contratou o jogador brasileiro Bryan Garcia por empréstimo, por apenas 6 meses, do Atlético Mineiro, com opção de compra no final do empréstimo.

Bryan Garcia é um defesa esquerdo de apenas 20 anos que, em princípio, deverá actuar muitas mais vezes pelo Benfica B, para se ambientar ao clube, e então, se as coisas correrem bem para ele, ser introduzido ao plantel principal, podendo ser assim uma possível alternativa a Melgarejo, que neste momento é o único lateral esquerdo disponível e às ordens de Jorge Jesus, uma vez que Luisinho encontra-se lesionado.

Bryan Garcia mereceu também boas palavras de Geovanni, ex-jogador do Benfica, que aparentemente disse para Bryan não hesitar em ir para o Nosso Clube, e que era um jogador jovem muito profissional e que iria encaixar bem na equipa e no clube.

É mais um jogador que vem para ajudar o Sport Lisboa e Benfica a ter mais vitórias e sucessos esta época e por isso quero dar as boas vindas a Bryan Garcia! Boa sorte nesta tua nova aventura e que tudo te corra bem.

Bryan Garcia no Benfica

Força Benfica! Onda Positiva!