Tag Archives: Luis Filipe Vieira

Adeptos benfiquistas ansiosos pelas notícias de Jorge Jesus

Esta 3ª Feira ainda agora começou e já os benfiquistas andam numa “pilha de nervos” para saber se Jorge Jesus vai ou fica. Segundo o jornal desportivo A Bola, o treinador quer cumprir mais duas épocas no Sport Lisboa e Benfica, o que cairá bem com o presidente Luis Filipe Vieira, que deseja a continuidade do técnico português.

Luis Filipe Vieira e Jorge Jesus

Provavelmente teremos de esperar até ao fim do dia para saber qual o desfecho desta “novela”, que se espera positiva para ambos os lados. Já aqui disse várias vezes que apoio a continuidade de Jorge Jesus no Benfica, por aquilo que ele já deu e pelo que pode dar ainda mais. Já também mencionei aqui que Jorge Jesus pode ser o nosso Alex Ferguson, mas é necessário que toda uma estrutura esteja bem implementada e em práctica para que o nosso futebol tenha mais sucesso cá dentro.

Se ambas as partes estiverem prontas a assumirem os seus erros, que foram cometidos ao longo desta época, e aprenderem com os mesmos para que não se repitam para a próxima época, então esta poderá ser muito boa para o Benfica e seus adeptos. Caso contrário, teremos o mesmo ou pior que esta que agora findou.

Força Benfica! Onda Positiva!

Anúncios

Época do SL Benfica termina com… incógnitas.

Não há nenhum benfiquista que esteja, neste momento, contente ou satisfeito com a época do Sport Lisboa e Benfica. Mesmo que só tenhamos perdido já no fim da mesma, ninguém está contente. Apesar de tropeções ao início e meio da temporada, com empates contra o Braga, Académica e Nacional da Madeira, por exemplo, o Benfica continuou no topo e dava sinais de poder realmente conquistar tudo.

Mas no fim… nada foi ganho. Estamos todos muito frustrados, estamos devastados, tristes, revoltados, zangados pela forma como perdemos três competições (já não estou a contar a Taça da Liga, porque esteve sempre num patamar inferior de prioridade). Não se compreende, não se entende como fomos perder o Campeonato, a Liga Europa e a Taça de Portugal nos últimos instantes, não dá mesmo para perceber, por muito que analisemos ao pormenor.

No entanto, ver adeptos a tentarem agredir Jorge Jesus, a virem dizer às televisões que vão rasgar os seus cartões de sócio, a atirarem pedras ao autocarro do Benfica, quando à dias atrás os aplaudiram pela forma como jogaram a Final da Liga Europa, a virem dizer que querem que toda a direcção se demita e que Jorge Jesus se vá embora… não é de bom senso. Não se pode andar toda uma época a elevar Jorge Jesus a Messias e ao mesmo tempo a “baixá-lo” na lama. Pessoalmente, estou farto de tais adeptos que passam a vida nisto. Digo novamente, compreendo a frustração, mas voltarmos para trás e comportarmo-nos como animais.

Jorge Jesus celebra

Jorge Jesus e direcção têm de ver onde é que erraram e fazer os possíveis e impossíveis para que tais erros não aconteçam. O técnico diz que nada mudou entre o que ele e Luis Filipe Vieira falaram antes da Final da Taça. O que é que isso quer dizer? Uma de duas coisas, certamente: ou Jorge Jesus fica e melhora o nosso futebol e começa a ganhar mais troféus regularmente, ou então vai mesmo embora, sendo o destino muito provavelmente o Norte.

Gosto muito de Jorge Jesus, devolveu ao Sport Lisboa e Benfica uma identidade no seu futebol, devolveu um pouco da mística que andava meio perdida, sabe fazer bons negócios, rentabilizando muitos jogadores jovens, mas por vezes é muito “casmurro”, muito teimoso e comete erros que não deveria cometer na idade dele e com a experiência de futebol que tem. Não acredito que o faça por mal, por querer prejudicar o Benfica, mas pensei sinceramente que já tivesse aprendido de erros passados.

O futuro

Sinceramente, prefiro continuar com Jorge Jesus a mudar tudo outra vez. No entanto, algo tem de mudar. Tem de haver uma estrutura mais sólida que a que existe por trás do futebol. Jorge Jesus tem tido total liberdade para tomar as decisões que acha as melhores no que toca à equipa, ao preferir não comprar mais jogadores para colmatar saídas. Se disse que não era necessário comprar, porque tínhamos soluções dentro do Nosso Clube, por outro lado fiquei com a impressão de que poderia ter aproveitado um ou outro jogador mais da equipa B, como por exemplo, Carole (defesa esquerdo, em vez de adaptar – outra vez – André Almeida à posição), Alan Kardec ou mesmo Miguel Rosa.

Eu não estou com a equipa, não sei o que se passa lá dentro, por isso a minha opinião de tudo isto pode estar errada. Sim, estamos fartos de não ganhar títulos todos os anos, estamos fartos de não ser campeões e de vencer as taças nacionais e de não ir a mais finais europeias. Mas não estou farto do Benfica! Quem quiser rasgar o seu cartão de sócio e não vir aos estádios apoiar o Benfica, têm todo o direito de o fazer; cada um tem a sua consciência. O que o Nosso Clube não precisa é de “adeptos de fim-de-semana” ou de conveniência, que só queiram apoiar quando o Glorioso ganha.

Jorge Jesus e LFV

Desculpem, mas adeptos desses não precisamos. Esses são os tais “ratos” que são os primeiros a abandonar o barco quando este se encontra numa tempestade. O Benfica não afundou, porque ainda existe! Se Jorge Jesus sair, quero ver quem vem e faz muito melhor que ele, porque de certeza que vai mudar tudo e se não ganhar jogos dia sim, dia sim senhor, vamos ter os mesmos gritos de frustração de sempre.

Força Benfica! Onda Positiva!

O “dilema” Jorge Jesus

Desde o início da época 2012/2013 que jornalistas e os media em geral têm colocado as questões ‘Deve Jorge Jesus continuar no Benfica?’, ‘Deve Luis Filipe Vieira renovar com Jorge Jesus?’. Isto porque na época anterior o Sport Lisboa e Benfica teve de “contentar-se” com o 2º lugar na Liga, depois de muitos “problemas” com arbitragens, nomeadamente decisões no mínimo algo duvidosas que ditariam um desfecho completamente diferente no fim da época.

Jorge Jesus não é um bom treinador e manager desde que está no Sport Lisboa e Benfica. Jorge Jesus sempre foi um bom treinador, especialmente durante o tempo que esteve no Belenenses e Braga, para mencionar clubes que tiveram maior impacto. O seu enorme e profundo conhecimento do futebol, das suas tácticas, fazem dele um puro adepto e mesmo fanático do desporto-rei.

Jorge Jesus com Águia Vitória

Ninguém discorda de que a época 2011/2012 não foi boa para o Sport Lisboa e Benfica. A Liga, a Liga dos Campeões, a Liga Europa e a Taça de Portugal escaparam ao Nosso Clube (na Liga dos Campeões não se pode ter grandes ilusões, mas podíamos ter ido um pouquito mais longe, talvez) e nós adeptos ficámos com um sabor amargo nas nossas bocas e com um sentimento enorme de frustração.

Erros foram cometidos que poderiam ter sido, talvez, facilmente evitados se melhores decisões e escolhas tivessem tido feitas. No fim, tudo acabou por correr mal. Bom, nem tudo, até porque o Benfica conquistou, mais uma vez, a Taça da Liga, se bem que isso não tivesse sido o suficiente para satisfazer os exigentes adeptos encarnados e mesmo a direcção do Nosso Clube.

Jorge Jesus e LFV

Mesmo assim, Luis Filipe Vieira decidiu manter Jorge Jesus por mais uma época, mas deixou um tipo de “aviso” a Jorge Jesus de que erros como os que foram cometidos não poderiam repetir-se na nova época. Jorge Jesus concordou que os erros não podiam ser copiados e que algo teria que mudar. E algo mudou.

O Benfica desta época tem sido muito bom, não há dúvida. Na Liga dos Campeões calhou-nos o Barcelona, ao qual poderíamos e devíamos ter vencido em Camp Nou, se não fosse alguma falta de concentração e ansiedade em fazer as coisas demasiado rápidas e também alguma falta de sorte. Contra o Celtic a equipa jogou bem, mas ficou-se com a sensação de que devíamos ter feito melhor. Com o Spartak Moscovo, foi mau perder na Rússia, que complicou as contas no fim e no fim estas poderiam ser bem diferentes.

Mas fomos para a Liga Europa, onde temos sido impecáveis e, mais uma vez, toda a Europa e mesmo o resto do mundo fala do Sport Lisboa e Benfica de uma forma muito positiva. Aliás, têm falado do Benfica desta forma (principalmente) desde que Jorge Jesus assumiu o comando da equipa…

Aperto de mãos entre JJ e LFV

Sabemos que Jorge Jesus tem objectivos no seu contracto com o Sport Lisboa e Benfica, e que o presidente Luis Filipe Vieira tem como seu principal alvo ser campeão outra vez. No entanto, SE (e acredito que isto não vai acontecer) Jorge Jesus não conseguir a conquista do campeonato, deve o presidente livrar-se de timoneiro da equipa, que tem ajudado a elevar o nome Benfica ainda mais longe e mais alto nos últimos anos? Deve o presidente livrar-se de um homem que é um dos responsáveis (o outro acredito ter sido Ronald Koeman) por devolver um futebol atraente, sexy, de solidez defensiva e fluidez atacante ao Nosso Clube?

Duas palavras: Alex Ferguson. Este homem pegou numa muito mediana equipa do Manchester United, já no longínquo ano de 1986. Quando Ferguson tomou controlo da equipa, esta estava em 21º lugar (!!!), acabando essa época em 11º. Na época de 1988/1989, o Man Utd esteve à beira da despromoção. Só na época de 1992/1993 é que Ferguson conseguiu dar o título de campeão ao Man Utd. Pelo meio, houve vitórias na Taça de Inglaterra e Taça da Liga, mas o que mais queria era o título de campeão, e isso acabou por acontecer… eventualmente.

Alex Ferguson

Mas porque é que os donos do clube permitiram que Alex Ferguson ficasse no clube, mesmo com maus resultados e ficarem fora da corrida do título durante vários anos? Porque viram que o manager tinha boas intenções, bom carácter, era profissional e tinha fome e ganas de vencer. No entanto, os frutos do trabalho teriam que ser plantados, tratados e colhidos com tempo, logo alguma paciência e confiança teriam que ser aplicadas e esperadas.

Onde é que se encontra hoje o Manchester United? É um dos melhores clubes do Reino Unido e da Europa e o seu manager é o “timoneiro” de maior longevidade no clube – uns expressivos e impressionantes 27 anos!!! Nos dias de hoje é difícil ter um mesmo treinador/manager 27 semanas ou meses, que fará 27 anos!

E que dizer de outros treinadores, como Arsène Wenger do Arsenal ou David Moyes do Everton? Especialmente Wenger, que tem total controlo da equipa e dos gastos do clube e que, mesmo não ganhando nenhuma taça desde 2004/2005, continua ao leme do clube do Norte de Londres?

Arsène Wenger & David Moyes

Jorge Jesus é um treinador muito bom e que pode ser extraordinário se lhe derem total apoio e liberdade para construir jogadores, equipa e o clube. Todos os treinadores cometem erros, são todos humanos, mas há uns que são melhores que outros, por uma ou outra razão. Jorge Jesus pode ser o Ferguson do Sport Lisboa e Benfica, como já li num jornal desportivo, e eu concordo plenamente! Compreendo porque algumas pessoas estão apreensivas pelo facto de Luis Filipe Vieira ainda não ter oferecido a renovação do contrato a Jorge Jesus (se realmente ainda não o fez) e também o facto do treinador não querer dar muita importância a isso, até porque é mais importante todos concentrarem-se nas Finais que são todos os jogos até ao fim da época.

Jorge Jesus tem uma paixão e forma de viver o futebol como já não se via à muito tempo, se tirarmos da equação José Mourinho, ao qual também já foi comparado. O treinador do Benfica respira, come, bebe, dorme… VIVE futebol 24 horas por dia, dedicando a maior parte da sua vida diária ao desporto. O Benfica necessita de um homem assim.

Jorge Jesus celebra

Na minha modesta opinião, acredito que Jorge Jesus vai renovar contrato com o Sport Lisboa e Benfica e quero que o faça. Estamos a jogar o melhor futebol desde à muitos anos, temos um treinador que sabe tirar o melhor partido dos seus jogadores e valorizá-los e que nos dá melhores garantias (embora nunca se possa garantir nada) de conseguirmos mais vitórias e sucessos. Na saúde e na doença, para o mal e para o bem, Jorge Jesus para ficar no Benfica. Melhor “casamento” que este… não há.

Força Benfica! Onda Positiva!