Tag Archives: Lima

SL Benfica vence Vitória de Setúbal

O Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu, novamente, o “vizinho” Vitória de Setúbal por claros 3-0 no Estádio da Luz.

Depois do anterior jogo entre as duas equipas, ainda na semana passada, mas a contar para a Meia-Final da Taça da Liga, o Benfica “copiou” o resultado final, mas desta vez com um futebol bem mais esclarecido e dominador desde o apito inicial.

Após o Vitória ter começado o jogo ligeiramente melhor, ao causar perigo na área benfiquista, não demorou muito para que o Sport Lisboa e Benfica passasse para a frente do marcador, por volta do 8º minuto. Isso aconteceu após um canto marcado por Pizzi, para o centro da área, o qual encontrou a cabeça de Jardel, enviando a bola para o fundo da baliza sadina, batendo ainda na parte interior do poste.

Golo Jardel v Setúbal

Luisão, Ola John e Samaris comemoram golo de Jardel com o próprio

Desde o golo de Jardel até ao segundo golo o domínio do Benfica foi inquestionável e sem grande oposição por parte do adversário. O Benfica controlava o jogo, da defesa até ao ataque, fazendo circular a bola com calma mas com determinação. Por isso não foi com grande surpresa quando o campeão nacional chegou ao segundo golo. Uma bela jogada por parte do extremo Ola John, que ganha a bola ao adversário na esquerda do ataque benfiquista e cruza para a pequena-área, onde estava Lima, que rematou de primeira de pé esquerdo, não dando hipótese para o guardião Batista. Estavam decorridos 39 minutos. O Benfica ia assim para o descanso do jogo a vencer o Vitória de Setúbal por merecidos 2-0.

A 2ª parte foi mais do mesmo do que se viu na 1ª; o Benfica continuou a controlar o jogo de forma paciente, tentando aproveitar quaisquer espaços que o adversário lhe oferecia. Sem grandes lances e jogadas dignos de assinalar, passava-se o minuto 70 quando Toto Salvio, numa jogada típica sua, de muita raça e querer, ganha a bola ao adversário e cruza para a área onde estava mais uma vez Lima, que desta vez marca de cabeça, num bom movimento. Estava feito o 3-0 e o jogo practicamente (se é que houvesse alguma dúvida) resolvido.

Lima marca dois golos ao Vitória de Setúbal

Lima marca dois golos ao Vitória de Setúbal

De destacar ainda as entradas muito aplaudidas por parte dos adeptos benfiquistas do “miúdo” Gonçalo Guedes e do outro Capitão, Rúben Amorim, este que está lentamente a regressar de uma lesão grave contraída no início da Liga.

Embora Lima tivesse sido considerado como homem do jogo, fruto dos seus 2 golos, o blog Benfica Positivo decidiu que Pizzi foi melhor homem dentro do campo, estando envolvido nos processos defensivos e atacantes e uma presença determinante nos lances de bola parada.

Com este resultado, o Sport Lisboa e Benfica mantém os 4 pontos de avanço sobre o seu mais directo rival. O próximo jogo é contra o difícil Moreirense, em Moreira de Cónegos, no próximo Sábado às 19h (hora de Portugal Continental).

As jóias emprestadas do SL Benfica

Agora que a questão e dossier do treinador está resolvida (andou-se numa “novela” autêntica durante meses, se Jorge Jesus renovava ou não), a pré-época e época oficial de 2013/2014 está a ser planeada (se já não estava).

Com vários nomes a serem diariamente referidos como associados ao Sport Lisboa e Benfica, não se pode esquecer que há jogadores do Benfica que estiveram emprestados a outros clubes ou durante toda a época ou parte dela, ou que estiveram no Benfica B, a jogar na 2ª Liga, e os quais ainda podem ter uma palavra a dizer na definição da equipa principal para a próxima temporada.

Um jogador que aprecio imenso é o Miguel Rosa. Miguel Rosa é daqueles jogadores “à Benfica”, com muita raça, entrega, dedicação, determinação e sentido de liderança. Não é por acaso que o capitão do Benfica B na temporada que acabou foi várias vezes vencedor do prémio Jogador do Mês da 2ª Liga. Estes prémios não são de agora! Já ao serviço do Belenenses Miguel Rosa também arrecadou vários prémios e a sua integração no plantel principal do Nosso Clube já é mais que merecido.

Miguel Rosa celebra no Benfica B

Miguel Rosa tem “estofo” para jogar a 10 ou noutra posição qualquer do meio-campo, mas Jorge Jesus tem de lhe dar oportunidade, caso contrário temo que o Benfica possa perder este jovem para sempre, pois tem capacidade em jogar em qualquer clube da 1ª Liga. Se, como é informado na imprensa desportiva, regressar ao Belenenses, que o seja por empréstimo, mas o mais provável é ser mesmo vendido – chamem-lhe intuição. Tenho pena, tenho muita pena se isso se vier a concretizar, e só espero que o Benfica não se venha a arrepender.

Nélson Oliveira é outro jogador que pode tornar-se na coqueluche do clube. Jogou alguns jogos na época passada, marcando alguns golos importantes, mas foi emprestado ao Deportivo da Corunha para evoluir e jogar mais. Acabou por não jogar tanto e pode regressar e ficar na equipa encarnada. Já conhece os cantos à casa, é benfiquista, e pode entender-se muito bem com Oscar Cardozo (se ficar), Lima e Rodrigo. Não vejo porque não. E mesmo que Cardozo saia, opino que tem um lugar na equipa.

Nelson Oliveira Benfica

Rodrigo Mora é outro que pode muito bem integrar a equipa encarnada. Na pré-temporada passada fez vários golos e tudo dava a crer que permaneceria finalmente no Benfica, mas foi novamente emprestado, desta vez ao River Plate. Tem certamente lugar nesta equipa, mas tem de o demonstrar nos treinos e jogos particulares. O estado mental também é importante, porque se a cabeça não quer, o corpo também responde da mesma forma.

Rodrigo Mora Benfica

Ao Nolito e Jara espero que lhes aconteçam aquilo que aconteceu com Enzo Perez. Que regressem ao Benfica com uma outra atitude, de querer ajudar o clube a ganhar e melhorar, porque já se viu que têm enormes qualidades para sem grandes jogadores, mas falta-lhes mais sentido de jogo, maior entrega, maior esforço e um pouco de paciência também. Enzo Perez estava com a cabeça noutro lado, não queria voltar ao Benfica, mas com Jorge Jesus evoluiu como futebolista e foi só um dos melhores jogadores benfiquistas nesta época. A sua entrega, dedicação, muito trabalho e esforço devem ser um exemplo para Jara e Nolito.

Nolito & Jara Benfica

O Sport Lisboa e Benfica irá sempre às compras todas as épocas, isso é completamente normal, mas estes emprestados principalmente podem melhorar a equipa do Benfica para esta época se vierem com uma melhor mentalidade, de maior esforço, de maior dedicação e empenho e de uma maior vontade de querer representar o Glorioso. Gostaria que todos integrassem a equipa do Benfica para a época de 2013/2014, mas quem tem a última palavra é… Jorge Jesus.

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica termina campanha na Liga com vitória

Terminou a Liga de futebol 2012/2013. Sport Lisboa e Benfica não venceu a tão desejada competição, mas a suada vitória frente ao Moreirense foi na mesma celebrada como se de uma (outra) final se tratasse.

SL Benfica v Moreirense

O Benfica veio para o jogo com o Moreirense sabendo que só uma vitória sobre os jogadores de Moreira de Cónegos e uma surpresa por parte do Paços de Ferreira lhes faria celebrar a conquista da Liga e as faixas de campeão. Embora muitos adeptos se tivessem deslocado à Catedral para apoiar o Benfica, acreditando que ainda seria possível tal feito, também muitos pensaram que seria muito difícil isso acontecer, pois a decisão não estava somente nas “mãos” dos encarnados.

O Benfica não começou bem e o seu jogo era, aliás, algo lento e mesmo adormecido e não foi uma grande surpresa ver o Moreirense marcar primeiro, passados 43 minutos. Isso quis dizer que o Benfica ia para o intervalo a perder por 0-1. A tarde não estava a correr de feição para o Glorioso e se muitos já pouco acreditavam que fosse possível sermos campeões, então aquele golpe acentuava ainda mais esse sentimento.

Jogada SL Benfica v Moreirense

A segunda parte foi já mais perto daquilo que o Nosso Clube sabe fazer, com um futebol mais fluído, mais atacante, com melhor controlo e posse da bola, obrigando o adversário a “esticar” as suas posições, criando um pouco mais de espaço. E não foi com espanto que o Estádio da Luz fez a sua primeira festa, com o golo de Oscar Cardozo. Um cabeceamento bem concretizado na pequena-área, sem hipótese para o guarda-redes, após cruzamento de Nicolas Gaitán, decorriam 50 minutos.

Cardozo celebra golo v Moreirense

Com um golo já marcado, o Benfica correu atrás do segundo, aquele que poderia dar um pouco mais de tranquilidade à equipa e aos adeptos, que já só pediam uma (boa) vitória. E tiveram que esperar mais 30 minutos para que tal acontecesse. Salvio cruza para a pequena-área, onde encontra Lima, que cabeceia para a defesa do guarda-redes, mas a bola regressa para Lima que remata de forma algo acrobática (um vólei) de pé direito, fuzilando a baliza. Estava feito o segundo e festejava-se novamente na Luz.

Lima marca v Moreirense

Chegou o minuto 90+ e seria desta que o Benfica conseguiria manter o resultado e não deixá-lo fugir no último minuto… outra vez?! Se muitos adeptos (benfiquistas e não só) falavam já numa maldição do minuto 92-93, após os dois últimos jogos, tal pensamento desvaneceu-se, pois o árbitro assinalou uma grande penalidade a nosso favor, após um jogador do Moreirense ter impedido a bola para dentro da baliza com o braço direito. Para além da penalidade ter sido assinalada, o jogador adversário foi também expulso. Lima correu, chutou e marcou. Estava feito o 3-1 para o Benfica e a “maldição” (que nunca existiu) desapareceu.

Lima celebra golo v Moreirense

Lima chega aos 30 golos que tanto queria marcar esta época e isso foi também um grande feito para o avançado brasileiro que merece com todo o mérito. O Sport Lisboa e Benfica não foi campeão, mas jogou sempre à campeão, durante toda a época. Houve muitas lágrimas no Estádio da Luz por não termos conquistado o campeonato, mas foram mais as palmas e palavras de agradecimento e incentivo para o próximo jogo e futuro, pois fomos sem a menor sombra de dúvida a melhor equipa esta época.

Jogadores e equipa técnica foram fantásticos e dão-nos grandes esperanças para a próxima época. Sabemos que temos uma boa equipa e estrutura para saltos ainda mais altos e sucessos desportivos mais regulares. Tenho orgulho em ser benfiquista e em apoiar estes jogadores e equipa técnica. Só podemos esperar que melhores dias estão pela frente e que seremos mais vezes vencedores e campeões.

Estádio da Luz cheio v Moreirense

Força Benfica! Onda Positiva!

Jogadores do SL Benfica acreditam na vitória

A dois dias do Clássico e com praticamente uma semana inteira para preparar este jogo decisivo da Liga, os jogadores do Sport Lisboa e Benfica, e até o manager Jorge Jesus, têm vindo a apelar o apoio importantíssimo dos adeptos benfiquistas e garantindo-nos que estão com uma mentalidade ganhadora e que vão ao Dragão para ganhar o jogo e saírem de lá campeões.

Jogadores como o nosso capitão Luisão, Enzo Perez, Maxi Pereira, Rodrigo, Cardozo, Salvio e Lima, só para mencionar alguns, têm vindo à imprensa nestes últimos dias afirmar que o Benfica vai para o jogo com a intenção de ganhar e celebrar o título no fim com os seus adeptos. Que estão concentrados em fazer um bom jogo e dar mais uma alegria à Nação Benfiquista.

Apoio dos adeptos do Benfica

E não há outra forma de encarar este jogo. O Benfica sabe que tem de pontuar para continuar à frente do seu rival e, se possível, celebrar a conquista da Liga já no Sábado à noite. Estamos todos ansiosos para que o jogo comece, mas não nos vale de nada pensar que o jogo já está perdido e que o título de campeão já não será nosso, só porque o jogo decisivo será no Dragão ou devido ao que acontece sempre que o Nosso Clube vai lá jogar.

Se desde o início da época acreditámos que era possível ganharmos todas as competições em que o Benfica seria interveniente, se esse acreditar foi crescendo a cada jogo, a cada boa exibição, a cada golo marcado, a cada apuramento à fase seguinte, então porque havemos agora de deixar de acreditar, só por causa de um empate? Porquê atirar a toalha ao chão, quando temos muito boas probabilidades de sairmos vencedores no final?

Jogadores do SL Benfica celebram com adeptos

Depois de tudo por que o Benfica passou esta época, vamos agora deixar de acreditar nos nossos jogadores, os mesmos que tão ferverosamente temos apoiado jogo após jogo, os mesmos que também nos têm empolgado para mais golos e vitórias, os mesmos que procuram inspiração ao olharem para as bancadas, só por causa de um empate?? Não. NÃO! O nosso apoio não diminui, antes pelo contrário só aumenta! O que nós queremos é o Sport Lisboa e Benfica campeão, certo? Então vamos lá apoiar e acreditar nos nossos jogadores, porque eles acreditam em nós!

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica na Final da Liga Europa!

Que noite! Que noite! Que noite! Uma que todos nós benfiquistas iremos lembrar e recordar para o resto das nossas vidas! O Sport Lisboa e Benfica derrotou o Fenerbahce por 3-1 e passou à Final da Liga Europa.

Adeptos do Benfica v Fenerbahçe

Estávamos todos à espera deste dia, o qual chegou e acabou na perfeição. Uma moldura humana espectacular no Estádio da Luz, muito apoio à nossa equipa e uma sensação de que estávamos perto de fazer história no Nosso Clube. Todos nós acreditávamos que era perfeitamente possível ganhar aos turcos e que o Inferno da Luz se faria sentir em todo o jogo.

O jogo começou da melhor maneira possível, com Nicolas Gaitán a marcar à volta dos 9 minutos. Lima, do lado direito, viu o extremo argentino e centrou. Gaitán “só” teve de tocar a bola com o lado de fora do pé esquerdo, fazendo a bola viajar para o fundo da baliza, não antes sem tocar no poste turco. Foi a primeira explosão de alegria na Catedral e a confiança era ainda maior de que a noite era nossa.

Gaitán golo v Fenerbahçe

Mas claro, em todos os sucesso há sempre uns “calafrios” e o Fenerbahce acabou por chegar à igualdade no marcador através de uma penalidade concedida por Garay – mão na bola no entender do árbitro e Dirk Kuyt não falhou. Os turcos passavam para a frente da eliminatória e o Benfica tinha agora a missão de marcar dois golos. Era possível ainda.

Eis que chega Tacuara. Após receber um passe de Enzo Perez, que tinha cobrado um livre descaído para o lado direito do ataque benfiquista, Oscar Cardozo recebe, vira, ajeita a bola uma vez mais e remate rasteiro e cheio de colocação para o fundo da baliza. Era o delirio outra vez na Luz e faltava agora só mais um golo para o Sport Lisboa e Benfica carimbar o passaporte para embarcar rumo a Amesterdão.

Cardozo marca v Fenerbahçe

O intervalo acaba com o Benfica a ganhar por 2-1, mas no conjunto das duas mãos estava tudo empatado, se bem que o Fenerbahce ainda passaria se o mesmo resultado permanecesse. Mas assim não foi. A noite era do Benfica, de todos os adeptos benfiquistas e ninguém nem nada iria alterar isso.

Entra em cena mais uma vez Oscar Cardozo. Após um lançamento lateral de Salvio, a bola chega ao Capitão Luisão que, no meio da área turca e de jogadores turcos, toca a bola em direcção a Cardozo (ainda toca num adversário) e este, com total frieza e sentido de baliza, remata com força e colocação suficientes para bater o guarda-redes turco. Parecia que a Catedral vinha abaixo. As câmaras de televisão tremiam com o barulho e movimento dos adeptos a celebrar. 3-1 e de certeza que Benfica não deixaria fugir este pássaro.

Cardozo golo v Fenerbahçe

O Benfica soube então aguentar os turcos até ao fim e após o apito final foi a alegria total dentro do relvado, nas bancadas e pelo resto do mundo. A família benfiquista festejou mais uma vitória (só isso) e agora vamos todos estar em Amesterdão, seja de corpo ou seja de alma. Estão todos de parabéns, ainda não ganhámos a Final, mas todos acreditamos ser possível, com a excelente equipa (jogadores e técnicos) que temos.

Jogadores Benfica celebram v Fenerbahçe

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica vence Marítimo e título fica mais próximo

O Nosso Clube esteve em mais uma batalha difícil ontem à noite, desta vez com o Marítimo, e mais uma vez saiu vitorioso. Com um resultado final favorável aos encarnados de 1-2, o título de campeão fica cada vez mais perto, com agora três jogos para o fim da Liga.

O Sport Lisboa e Benfica teve um início muito forte e prometedor, e logo à passagem do minuto 5 já estava com um golo de vantagem. Um jogador madeirense derruba Lima por trás – decisão algo escusada do madeirense, visto que Lima estava de costas para a baliza – e o árbitro não teve qualquer dúvida em assinalar grande penalidade, uma vez que a falta foi claramente cometida. No entanto, e apesar das imagens televisivas mais que claras, muitas pessoas ainda afirmam que a falta foi feita fora da grande-área. Talvez estivessem a ver um jogo diferente…

Lima celebra golo v Marítimo

O próprio Lima foi chamado para converter a grande penalidade e não falhou. Golo número 27  de Lima em todos os jogos oficiais desta época, até ontem, o que lhe deixa a 3 golos da meta que traçou para si próprio para esta época. Se alguém duvida que Lima possa chegar aos 30 golos, está na hora de colocar o dinheiro na mesa.

O Benfica depois do golo marcado tentou abrandar um pouco e como consequência o Marítimo aproveitou e ameaçou várias vezes a baliza encarnada. Os madeirenses dominavam até o jogo, com mais posse de bola e mais oportunidades de golo. Estava à espreita o golo do Marítimo, que acabou por chegar pela cabeça de Igor Rossi, após um bom cruzamento pelo lado direito do ataque madeirense. O intervalo aparecia com o resultado a 1-1, que se justificava.

Matic v Marítimo

Como o Benfica não queria sair dos Barreiros sem uma vitória, eis que “alteram” a táctica e começam a praticar o seu futebol já icónico, de maior pressão, de mais mobilidade e maior controlo do jogo. Com este estilo, são poucos os adversários que conseguem dominar o Glorioso. Benfica toma conta do jogo e começa a criar oportunidade atrás de oportunidade, com Lima a enviar uma primeira bola à barra, com um potente remate de pé esquerdo, e uma segunda na base do poste, desta vez com o pé direito.

Salvio e Lima v Marítimo

“Cheirava” a novo golo do Benfica. Esse cheiro deu lugar a fogo quando Salvio, pelo lado direito, conseguiu criar espaço entre si e o adversário e cruzou para a pequena-área, onde a bola foi tocada por Igor Rossi… para dentro da sua própria baliza. Estava feito o 1-2 aos 72 minutos e os jogadores e adeptos ficavam um pouco mais descansados, confiantes que a vitória seria muito difícil de escapar-lhes.

Celebração jogadores Benfica v Marítimo

Após o apito final do árbitro, jogadores do Sport Lisboa e Benfica festejaram no relvado e junto dos adeptos que os foram ver no estádio dos Barreiros, sabendo que o título de campeões estava cada vez mais perto, com dois dos últimos três jogos a serem disputados no Estádio da Luz. Uma vitória muito saborosa, mas que nada decide.

Luisão celebra v MarítimoForam apenas mais 3 pontos conquistados, nada mais está ganho. Humildade, confiança quanto baste e muita concentração para o próximo na Liga, frente ao Estoril, na Catedral.

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica esmaga Rio Ave!

O tal “Rolo Compressor”, termo que foi dado ao Sport Lisboa e Benfica na época em que Jorge Jesus ingressou no Nosso Clube, época em que fomos campeões e démos algumas goleadas (daí o termo), apareceu mais uma vez no Estádio da Luz e desta vez a “vítima” foi o Rio Ave.

Sábado viu o regresso do Benfica aos jogos, depois de sensivelmente duas semanas sem jogar, devido aos compromissos das selecções, para as qualificações para o Campeonato do Mundo no Brasil, a realizar-se no próximo ano. Os benfiquistas e simpatizantes estavam assim, carentes do futebol encarnado, um futebol atraente e vistoso, sempre com grandes possibilidades de espectáculo.

Os golos

Não vamos perder mais tempo e vamos logo ao que interessa – os golos marcados no jogo. O 1º golo foi da autoria de Melgarejo, que até estava para não jogar, devido aos problemas musculares que tinha apresentado durante o tempo que esteve com a sua selecção do Paraguai. Uma boa investida de Nicolas Gaitán pela esquerda, onde cruzou sem grande oposição. A bola acabou por encontrar os pés de Melagrejo, que limitou-se a fuzilar a baliza defendida por Oblak (guarda-redes emprestado pelo Benfica). Estava feito o primeiro da partida (minuto 11) e o 2º na conta pessoal do defesa-esquerdo “guarani”.

Melgarejo celebra v Rio Ave

O Benfica entrou na partida muito concentrado e a jogar bastante rápido, controlando o jogo e na sequência de um canto aos 15 minutos, marcado por Nicolas Gaitán, Matic subiu mais alto na pequena área e cabeceou para o fundo da baliza, numa boa rotação de cabeça. Estava feito o 2-0 e o Benfica confirmava a sua superioridade no jogo. Entrada fulgurante dos encarnados!

Matic celebra v Rio Ave

O 3-0 foi marcado por Lima, aos 42 minutos. Uma jogada bem conseguida por parte de Enzo Perez na direita, que cruza milimetricamente para onde estava o avançado brasileiro, que limitou-se a tocar a bola com o pé direito e enviá-la para o lado direito de Oblak, que não teve a mínima hipótese. 3 golos do Benfica sem resposta ao intervalo e os cerca de 45 mil adeptos nas bancadas da Catedral gostavam do espectáculo e estavam mais sossegados.

Golo de Lima v Rio Ave

A 2ª parte do jogo começa practicamente com mais um golo do Benfica, mais uma vez de Lima. O avançado aproveitou um erro defensivo dos nortenhos e de pé esquerdo, de fora da área, remata com um belo efeito, para o canto superior da baliza, não dando qualquer hipótese ao guardião Oblak, estavam decorridos 49 minutos. Este foi o golo nº 100 do Sport Lisboa e Benfica esta época, em todas as competições.

Lima celebra v Rio Ave

O golo do Rio Ave surgiu dois minutos depois. Tarantini centra pela direita, mas a bola acaba por “encontrar” a cabeça de Hassan, sem que o jogador tivesse qualquer intenção de o fazer, traindo o guarda-redes Artur e entrando na baliza.

Minuto 72 e já com o Rio Ave reduzido a 9 jogadores, fruto das expulsões de Wires e Edimar, e acontece o grande momento do Benfica e de uma jogador em especial – Lima faz o seu terceiro do jogo e o seu primeiro hat-trick de águia ao peito. Jogada de insistência por parte do Benfica na esquerda, a bola chega a Cardozo (que já havia entrado) que, com uma grande visão, toca a bola para Melgarejo que, seja de propósito ou não, toca por sua vez para trás, onde está Lima, que só tem de rematar forte e rasteiro para o fundo da baliza.

Hat-trick de Lima v Rio Ave

O 6º e último golo da noite foi da autoria de Enzo Perez, ao minuto 82. Boa jogada por parte de Ola John no lado direito, consegue fintar e tirar dois adversários da jogada, no fundo da linha, vem para dentro e remata cruzado de pé esquerdo, mas a bola bate no poste mais distante e encontra o médio argentino, que simula o remate à primeira para ganhar melhor posição de remate e por fim remata seco e forte para o fundo das malhas.

Enzo Perez v Rio Ave

Foi um excelente jogo por parte do Benfica, sem dúvida, onde foi a melhor equipa, teve mais objectividade, mais controlo, mais incisão e o resultado não se contesta. As expulsões do Rio Ave foram justas, mas a equipa nortenha bateu-se bem e poderia até ter marcado um par de golos.

Parabéns ao Sport Lisboa e Benfica por mais uma vitória e mais uma exibição conseguida e profissional. Agora, venha o Newcastle na 5ª Feira!

Força Benfica! Onda Positiva!