Tag Archives: Glorioso

As jóias emprestadas do SL Benfica

Agora que a questão e dossier do treinador está resolvida (andou-se numa “novela” autêntica durante meses, se Jorge Jesus renovava ou não), a pré-época e época oficial de 2013/2014 está a ser planeada (se já não estava).

Com vários nomes a serem diariamente referidos como associados ao Sport Lisboa e Benfica, não se pode esquecer que há jogadores do Benfica que estiveram emprestados a outros clubes ou durante toda a época ou parte dela, ou que estiveram no Benfica B, a jogar na 2ª Liga, e os quais ainda podem ter uma palavra a dizer na definição da equipa principal para a próxima temporada.

Um jogador que aprecio imenso é o Miguel Rosa. Miguel Rosa é daqueles jogadores “à Benfica”, com muita raça, entrega, dedicação, determinação e sentido de liderança. Não é por acaso que o capitão do Benfica B na temporada que acabou foi várias vezes vencedor do prémio Jogador do Mês da 2ª Liga. Estes prémios não são de agora! Já ao serviço do Belenenses Miguel Rosa também arrecadou vários prémios e a sua integração no plantel principal do Nosso Clube já é mais que merecido.

Miguel Rosa celebra no Benfica B

Miguel Rosa tem “estofo” para jogar a 10 ou noutra posição qualquer do meio-campo, mas Jorge Jesus tem de lhe dar oportunidade, caso contrário temo que o Benfica possa perder este jovem para sempre, pois tem capacidade em jogar em qualquer clube da 1ª Liga. Se, como é informado na imprensa desportiva, regressar ao Belenenses, que o seja por empréstimo, mas o mais provável é ser mesmo vendido – chamem-lhe intuição. Tenho pena, tenho muita pena se isso se vier a concretizar, e só espero que o Benfica não se venha a arrepender.

Nélson Oliveira é outro jogador que pode tornar-se na coqueluche do clube. Jogou alguns jogos na época passada, marcando alguns golos importantes, mas foi emprestado ao Deportivo da Corunha para evoluir e jogar mais. Acabou por não jogar tanto e pode regressar e ficar na equipa encarnada. Já conhece os cantos à casa, é benfiquista, e pode entender-se muito bem com Oscar Cardozo (se ficar), Lima e Rodrigo. Não vejo porque não. E mesmo que Cardozo saia, opino que tem um lugar na equipa.

Nelson Oliveira Benfica

Rodrigo Mora é outro que pode muito bem integrar a equipa encarnada. Na pré-temporada passada fez vários golos e tudo dava a crer que permaneceria finalmente no Benfica, mas foi novamente emprestado, desta vez ao River Plate. Tem certamente lugar nesta equipa, mas tem de o demonstrar nos treinos e jogos particulares. O estado mental também é importante, porque se a cabeça não quer, o corpo também responde da mesma forma.

Rodrigo Mora Benfica

Ao Nolito e Jara espero que lhes aconteçam aquilo que aconteceu com Enzo Perez. Que regressem ao Benfica com uma outra atitude, de querer ajudar o clube a ganhar e melhorar, porque já se viu que têm enormes qualidades para sem grandes jogadores, mas falta-lhes mais sentido de jogo, maior entrega, maior esforço e um pouco de paciência também. Enzo Perez estava com a cabeça noutro lado, não queria voltar ao Benfica, mas com Jorge Jesus evoluiu como futebolista e foi só um dos melhores jogadores benfiquistas nesta época. A sua entrega, dedicação, muito trabalho e esforço devem ser um exemplo para Jara e Nolito.

Nolito & Jara Benfica

O Sport Lisboa e Benfica irá sempre às compras todas as épocas, isso é completamente normal, mas estes emprestados principalmente podem melhorar a equipa do Benfica para esta época se vierem com uma melhor mentalidade, de maior esforço, de maior dedicação e empenho e de uma maior vontade de querer representar o Glorioso. Gostaria que todos integrassem a equipa do Benfica para a época de 2013/2014, mas quem tem a última palavra é… Jorge Jesus.

Força Benfica! Onda Positiva!

Anúncios

Sport Lisboa e Benfica v Chelsea – Final da Liga Europa

A Final está aqui, caros benfiquistas. Hoje o Nosso Clube pode conquistar o seu primeiro troféu internacional desde 1962, quando a equipa de Eusébio e companhia derrotou o também poderoso Real Madrid. Desta vez é o Chelsea o adversário do Glorioso.

Jorge Jesus e equipa

Sport Lisboa e Benfica defronta o Chelsea hoje à noite em Amesterdão, partida que tem início marcado para as 19h45, hora de Portugal. Milhares de adeptos benfiquistas já estão na cidade holandesa para apoiar toda a equipa e muitos mais milhões estão no resto do mundo a torcer para que a equipa ganhe esta final e traga para Lisboa a Taça da Liga Europa.

Estamos todos confiantes nos nossos jogadores e equipa técnica em darem o seu melhor para levar esta equipa inglesa de vencida. O Benfica tem tido uma excelente época na Liga Europa e a cereja no topo deste bolo será mesmo a vitória logo à noite. Temos uma equipa técnica fantástica por trás de outros fantásticos jogadores, os quais suam a camisola, dão “o litro” pela equipa, agradecem o apoio dos adeptos e estão sempre concentrados para ganhar e dar mais uma alegria aos adeptos e ao clube.

Equipa do Benfica celebra golo

Todos nós acreditamos que o Sport Lisboa e Benfica pode vencer o Chelsea hoje à noite, porque temos equipa para isso, o que já ficou demonstrado várias vezes ao longo de várias épocas, especialmente desde que Jorge Jesus foi contratado para comandar as tropas encarnadas. Temos a convicção de que esta é a nossa noite, a noite que dará uma imensa alegria à Família Benfiquista e não vamos perder um minuto sequer desta noite. Todos nós acreditamos.

Força Benfica! Onda Positiva!

SL Benfica vence Marítimo e título fica mais próximo

O Nosso Clube esteve em mais uma batalha difícil ontem à noite, desta vez com o Marítimo, e mais uma vez saiu vitorioso. Com um resultado final favorável aos encarnados de 1-2, o título de campeão fica cada vez mais perto, com agora três jogos para o fim da Liga.

O Sport Lisboa e Benfica teve um início muito forte e prometedor, e logo à passagem do minuto 5 já estava com um golo de vantagem. Um jogador madeirense derruba Lima por trás – decisão algo escusada do madeirense, visto que Lima estava de costas para a baliza – e o árbitro não teve qualquer dúvida em assinalar grande penalidade, uma vez que a falta foi claramente cometida. No entanto, e apesar das imagens televisivas mais que claras, muitas pessoas ainda afirmam que a falta foi feita fora da grande-área. Talvez estivessem a ver um jogo diferente…

Lima celebra golo v Marítimo

O próprio Lima foi chamado para converter a grande penalidade e não falhou. Golo número 27  de Lima em todos os jogos oficiais desta época, até ontem, o que lhe deixa a 3 golos da meta que traçou para si próprio para esta época. Se alguém duvida que Lima possa chegar aos 30 golos, está na hora de colocar o dinheiro na mesa.

O Benfica depois do golo marcado tentou abrandar um pouco e como consequência o Marítimo aproveitou e ameaçou várias vezes a baliza encarnada. Os madeirenses dominavam até o jogo, com mais posse de bola e mais oportunidades de golo. Estava à espreita o golo do Marítimo, que acabou por chegar pela cabeça de Igor Rossi, após um bom cruzamento pelo lado direito do ataque madeirense. O intervalo aparecia com o resultado a 1-1, que se justificava.

Matic v Marítimo

Como o Benfica não queria sair dos Barreiros sem uma vitória, eis que “alteram” a táctica e começam a praticar o seu futebol já icónico, de maior pressão, de mais mobilidade e maior controlo do jogo. Com este estilo, são poucos os adversários que conseguem dominar o Glorioso. Benfica toma conta do jogo e começa a criar oportunidade atrás de oportunidade, com Lima a enviar uma primeira bola à barra, com um potente remate de pé esquerdo, e uma segunda na base do poste, desta vez com o pé direito.

Salvio e Lima v Marítimo

“Cheirava” a novo golo do Benfica. Esse cheiro deu lugar a fogo quando Salvio, pelo lado direito, conseguiu criar espaço entre si e o adversário e cruzou para a pequena-área, onde a bola foi tocada por Igor Rossi… para dentro da sua própria baliza. Estava feito o 1-2 aos 72 minutos e os jogadores e adeptos ficavam um pouco mais descansados, confiantes que a vitória seria muito difícil de escapar-lhes.

Celebração jogadores Benfica v Marítimo

Após o apito final do árbitro, jogadores do Sport Lisboa e Benfica festejaram no relvado e junto dos adeptos que os foram ver no estádio dos Barreiros, sabendo que o título de campeões estava cada vez mais perto, com dois dos últimos três jogos a serem disputados no Estádio da Luz. Uma vitória muito saborosa, mas que nada decide.

Luisão celebra v MarítimoForam apenas mais 3 pontos conquistados, nada mais está ganho. Humildade, confiança quanto baste e muita concentração para o próximo na Liga, frente ao Estoril, na Catedral.

Força Benfica! Onda Positiva!

Fenerbahce 1 SL Benfica 0 – Ainda é possível chegar à Final

O jogo de ontem à noite em Istambul não correu bem para o Nosso Clube. Não conseguimos ter tanta posse de bola como normalmente o fazemos e gostamos e isso reflectiu-se no resultado. O Benfica saiu de Istambul com um défice negativo de um golo na bagagem, mas com a 2ª Mão ainda por jogar, no “outro inferno”, só se pode acreditar que é possível ganhar o jogo e chegar à Final.

Aimar v Fenerbahce

Foi com alguma surpresa que vi Pablo Aimar a titular neste jogo frente ao Fenerbahce. Admito que estava mais à espera que André Gomes, Carlos Martins ou mesmo Gaitán ocupassem esse lugar, uma vez que Aimar não tem jogado muito esta época e a sua condição física não é das melhores, por falta de ritmo de jogo precisamente. Preferia que tivesse entrado na equipa mais perto do final do jogo, mas não fiquei surpreendido por ter sido substituído ao intervalo.

Ola John v Fenerbahce

Foi um jogo menos conseguido do Sport Lisboa e Benfica, no qual não conseguiu ter a posse de bola como gosta. A defesa tremeu várias vezes e poderíamos até ter sofrido mais golos, é verdade, mas também é verdade que poderíamos ter marcado pelo menos um golo. No entanto, um golo sofrido não é o fim do mundo e como Jorge Jesus disse e muito bem, está tudo em aberto para a 2ª Mão, porque o Benfica é muito forte em casa e com o apoio incondicional dos adeptos, o tal 12º jogador imprescindível, o Benfica tem tudo para sair da Catedral com bilhete reservado para Amsterdão.

Salvio v Fenerbahce

Vamos encher o Estádio da Luz, a Catedral do futebol português, vamos apoiar o Nosso Clube, o Glorioso de Portugal, os nossos jogadores que dão tudo em campo para ganhar, e acreditar que é possível vencer o adversário turco e passar à Final da Liga Europa! São nestes jogos que se vêm os verdadeiros adeptos, não nas vitórias! Eu acredito, e tu?

Força Benfica! Onda Positiva!

Sport Lisboa e Benfica vence Sporting 2-0

Que noite de futebol! Que melhor maneira de terminar um fim-de-semana e começar a nova semana após o jogo de ontem à noite entre Sport Lisboa e Benfica e Sporting! O Estádio da Luz quase cheio, com 62.553 espectadores, um ambiente antes, durante e depois do jogo totalmente eléctrico, fantástico, arrepiante e impossível de ignorar, fosse nas imediações da Catedral como em qualquer café ou casa composto por benfiquistas.

Sempre disse que o Benfica não teria um jogo fácil, até porque o Sporting vinha de uns moralizadores 3 jogos consecutivos a ganhar, mas especialmente porque neste jogos, nestes dérbis, a diferença (abismal) pontual entre os clubes não conta muito e são nestes jogos que os jogadores se querem realmente mostrar, estão todos motivados para mostrar serviço. É certo que o adversário esteve por cima em algumas partes do jogo, o que é normal, mas o Benfica marcou dois belos golos e teve outras oportunidades para marcar, certamente mais que o adversário.

Os golos

O 1º golo do Benfica chegou ao minuto 36 da primeira parte. Oscar Cardozo passa para Nicolas Gaitán, que centra do lado esquerdo para ao meio da grande-área. O avançado brasileiro Lima não chega à bola, mas atrás dele está Salvio que chega sim à bola e faz um remate estupendo com o pé esquerdo, com a bola a descrever ainda um certo arco antes de entrar na baliza adversária. Estava feito o primeiro e a partir daí o Sport Lisboa e Benfica começou a jogar melhor o seu futebol habitual e a impor mais a sua autoridade no jogo.

Salvio marca v Sporting

O ambiente na Catedral do futebol português (qual Jamor??) após o golo de Salvio aqueceu ainda mais, depois de um início algo complicado por parte do Benfica, onde demorou uns minutos para encontrar o ritmo de jogo e conseguir jogar aquilo que sabe jogar e aquilo a que nos habituou desde que Jorge Jesus tomou conta do futebol do Benfica. Com o resultado ao intervalo a favorecer os encarnados (1-0), os adeptos estavam um pouco mais descansados mas também convictos que a equipa poderia chegar a mais golos, se continuassem a jogar o seu futebol.

A 2ª parte começa como acabou a primeira, com o adversário a continuar a tentar jogar o seu futebol, mas com o Sport Lisboa e Benfica a controlar muito bem os lances e a também continuar a impor o seu (melhor) futebol e a tentar encontrar novamente espaços e oportunidades para levar mais perigo à baliza sportinguista. Não me vou adiar mais, está aí o 2º golo (e que golo!) do Benfica.

Nicolas Gaitán, que durante o jogo perdeu de facto várias bolas e lances, assumiu a jogada, com a bola colada ao seu pé esquerdo, finta dois jogadores do Sporting, passa a bola para Salvio, que lhe devolve de primeira, e também de primeira Gaitán cruza com o seu pé “mais fraco”, indo a bola pelo ar encontrar o pé direito de Lima, que sem deixar a bola cair, chuta em “vólei”, parando a bola só no fundos das redes do guarda-redes sportinguista, decorria o minuto 75. Isto, meus senhores e minhas senhoras, foi simplesmente um verdadeiro HINO ao futebol!

Lima celebra v Sporting

Toda a Catedral levantou-se e celebrou todo um lance genial, do princípio ao fim, desde a enorme inteligência de Gaitán, à simplicidade de Salvio, até ao pormenor difícil mas acrobático e esplendoroso de Lima. Este lance do golo percorre já todo o mundo, fruto das redes sociais e todos já afirmam que é, de facto, uma linda jogada e um golo de levantar todo e qualquer estádio.

A partir daí o Sport Lisboa e Benfica controlou ainda mais o jogo, sem que o Sporting tivesse grandes oportunidades ou colocasse o resultado em real perigo e o jogo terminou mesmo com a vitória importantíssima do Glorioso por 2-0. Não vamos falar das palavras vindas dos “verdes”, principalmente do treinador e presidente (que classe!), pois nos últimos jogos foram também beneficiados mas tiveram a sensatez de não falar, pois os jogos estavam ganhos. Quem com pedras mata…

Celebrando 2º golo do Benfica v Sporting

Decerto que os benfiquistas estão ainda a celebrar a grande vitória de ontem, mas está aí à porta mais uma final, na qual todos nós – adeptos, equipa técnica e jogadores – nos devemos concentrar. Passo a passo, jogo a jogo, até à vitória final.

Força Benfica! Onda Positiva!

Olhanense v SL Benfica – hoje às 20h15

A noite de 5ª Feira passada, a contar para a 1ª Mão dos Quartos de Final da Liga Europa, trouxe à Catedral do futebol uma grande noite do desporto-rei, com o Glorioso Sport Lisboa e Benfica a conquistar mais uma vitória, por 3-1, depois de ter estado a perder. Mais uma vez, a qualidade, tenacidade, determinação, o acreditar e o enorme trabalho de equipa proporcionaram um enorme espectáculo de futebol e uma boa vantagem para a 2ª Mão. Tudo bem que o Benfica teve alguma sorte, ao ver duas bolas baterem no poste, mas isso não tira o mérito à vitória encarnada. O Benfica sempre foi a equipa com futebol mais incisivo e a que mais acreditava na vitória.

Golo Benfica v Newcastle

Hoje o adversário é outro. O Sport Lisboa e Benfica desloca-se ao Algarve para defrontar o Olhanense, para a 25ª jornada da Liga. De certeza que, mais uma vez, os adeptos e simpatizantes benfiquistas irão aderir ao estádio José Arcanjo para apoiar o Nosso Clube e incentivarem os nossos jogadores para mais uma vitória suada.

É mais uma Final que o Benfica quer vencer para continuar com, no mínimo, a distância de 4 pontos para o seu mais directo rival. O facto do Benfica jogar primeiro que o rival não faz qualquer diferença nem coloca qualquer pressão adicional na equipa. A equipa entra sempre com uma mentalidade determinada e ganhadora e o facto de jogar primeiro não interessa absolutamente nada.

Quer estejamos no estádio, no café ou em casa, às 20h15 estaremos concentrados em dar o nosso melhor apoio à equipa do Benfica para, numa só voz, ajudarmos o Nosso Clube a mais uma vitória, mais um sucesso.

Força Benfica! Onda Positiva!

Re-lembrando Miklós Féher, 9 anos depois

Dia 25 de Janeiro de 2004. Estádio D. Afonso Henriques. Jogo entre Vitória de Guimarães e Sport Lisboa e Benfica, a contar para a Liga.

Nos últimos minutos da partida, e já depois de ter participado na jogada que deu o 0-1 para o Benfica, com Fernando Aguiar a tocar a bola para o fundo das redes vimaranenses, Miklós Fehér (Miki para os benfiquistas) recebe um cartão amarelo do árbitro, não gosta da decisão mas sorri na mesma e… cai inanimado.

Não é preciso entrar em mais pormenores, porque toda a gente, pelo menos as pessoas que viram o jogo ou essas imagens nos dias seguintes, sabe que Miki não mais se levantou. Nunca mais iria voltar a vestir a camisola do Glorioso. Nunca mais iriam os benfiquistas voltar a ver aquele sorriso que sempre lhes aqueceu, nunca mais iriam ver aquele bater no peito, no brasão do Nosso Clube, um sinal de amor ao clube e a nós adeptos.

Miki Fehér no Record

Não vou colocar aqui nenhuma foto de Miki Fehér caído no chão e dos seus companheiros de equipa a chorarem, de tão chocados e incrédulos que estão. Não vou fazer isso. Vou sim, colocar uma foto dele tal e qual como nós benfiquistas o conhecemos e o queremos lembrar até ao fim das nossas vidas: a sorrir, a celebrar mais um golo pelo Sport Lisboa e Benfica, a bater no peito e no brasão do Nosso Clube. É assim que lhe quero lembrar!

Miki, estejas onde estiveres, olha por este clube que tanto tem de te agradecer pela tua dedicação, amor, esforço e profissionalismo. Nós, enquanto benfiquistas, enquanto pessoas… nunca te esqueceremos. Obrigado Miki!

Miki Fehér Amor ao Benfica

Força Benfica! Onda Positiva!